You are using an outdated browser. For a faster, safer browsing experience, upgrade for free today.

Amithiva

BLOG POST

Qual a persona da sua marca?

Para uma publicidade ser assertiva é preciso ser desenvolvida pensando nas personas que irão consumir aquele produto. Você sabe o que é persona? Persona é diferente de público-alvo.

Persona é um cliente fictício criado com embasamento nas características e comportamentos de um cliente real, mas com muito mais detalhes, como seus objetivos de vida, profissão, idade, desejos e limitações.

A definição dos personas ajuda na criação de uma estratégia de marketing de resultados, com conteúdos e materiais adequados para atingir o alvo e consequentemente obter sucesso.

Você sabe qual é a persona da sua empresa?

O Poder da Publicidade

O Poder da Publicidade

Você já deve ter ouvido a expressão: "Publicidade é a alma do negócio" e é isso mesmo. Uma boa campanha publicitária consegue evidenciar a marca, fidelizar e conquistar novos clientes, e consequentemente aumentar as vendas. Muitas empresas acreditam que a verba de publicidade é um gasto, mas na verdade é um investimento.

A publicidade pode ser feita offline e online, em rádio, TV, outdoor, flyer, site, mídias sociais, de acordo com o perfil do cliente que a empresa pretende atingir. 

Há marcas grandes e famosas que investiram em propagandas que caíram no gosto do público e deram mais visibilidade a empresa. Quer pagar quanto? Pergunta no Posto Ipiranga, Experimenta, Mastercad: Não tem preço, são alguns slogans que só de ouvir já sabemos de quais marcas estão falando. Esse é o objetivo da publicidade, desenvolver algo que chame atenção, dê visibilidade e retorno para a empresa.

Confira algumas publicidades de sucesso no Brasil:

* Mamíferos Parmalat

O comercial da Parmalat lançado em 1996 foi um sucesso. Os mamíferos saíram da telinha da tv e ganharam vida em bichinhos de pelúcia, devido o boom positivo que a marca teve com a propaganda. 

* Quer pagar quanto?

A frase que até hoje vem a cabeça quando fala em Casas Bahia é: Quer pagar quanto? Tanto o garoto propaganda como sua expressão ficaram eternizados na publicidade.

* Pergunta no Posto Ipiranga

O Posto Ipiranga deixou de ser referência apenas para motoristas e caminhoneiros, segundo a publicidade, em uma das unidades do posto é possível obter qualquer tipo de informação.

Apoio para quem precisa

Nosso CEO, Flávio Rossi coordena um programa de aulas e consultoria para imigrantes haitianos, em Americana. O trabalho desenvolvido por alunos da Unisal, foi matéria na revista Ensino Superior, confira na íntegra.

A arte de saber se comunicar

Há quem diga que a comunicação interpessoal está fadada ao fracasso. As pessoas estão aprendendo a manusear aparelhos eletrônicos com ferramentas de comunicação (redes sociais, skype, WhatsApp) e estão desaprendendo a se comunicar entre si.

Como dizia o famoso Chacrinha: “quem não comunica se trumbica”. A comunicação está presente diariamente em nossas vidas, seja em um bate-papo informal ou até mesmo na vida profissional, independente da profissão. Ter um bom relacionamento e diálogo com nossos clientes, amigos e familiares faz toda a diferença. O outro não é obrigado a saber o que pensamos, se não falamos claramente sobre isso. Assim, como também podemos buscar mais informações quando o que foi falado, não foi suficiente para o nosso entendimento.

 É comum ouvir um amigo ou conhecido dizer que ficou horas conversando com alguém pela internet, mas se o encontro rolasse pessoalmente isso não aconteceria. Assim como é corriqueiro ver companheiros de trabalho, do mesmo departamento, “conversarem” através de Skype ou algum meio de comunicação que não seja o pessoal.

 Estamos na era do boom da comunicação em que as pessoas preferem ficar horas digitando ao invés de conversando. Atualmente, as redes sociais têm sido os principais meios de comunicação, mas cabe às pessoas que se comunicam através delas, fazê-la de forma a utilizar as informações como fonte de troca de conhecimento e usá-las com sabedoria.

 Felizes são aqueles que por opção continuam mantendo a essência da boa e velha comunicação, seja no portão de casa ao sair ou chegar do trabalho, ou enquanto está deitado no sofá assistindo TV.

 A comunicação é um marco histórico que revolucionou o mundo, desde os primatas até os dias atuais. Embora a tecnologia tenha avançado a passos largos, ainda a melhor forma de se comunicar é a pessoal, olho no olho, não por uma tela de computador ou celular. Fica a dica!

Otimismo cria

É fácil desanimar com as notícias, achar que a humanidade não tem mais jeito, ficar sentado, enquanto o mundo cai lá fora. A realidade é dura e rouba muita energia, de todo mundo.

Precisamos aprender a investir toda essa energia em soluções, não nos problemas. Ficar se lamentando e problematizando tudo que acontece não tira ninguém do lugar.

Precisamos ter orgulho do que fazemos, colocar sangue, coração e vísceras em cada job. Precisamos de otimismo para os dias menos criativos e os jobs mais pesados. Precisamos de otimismo para saber que o que temos feito está sendo incrível. Precisamos dele para encarar os caminhos mais obscuros e saber que lá no fim do túnel existem coisas que ainda não foram descobertas. Precisamos de mais otimistas.

Otimismo é correr atrás com energia de sobra para aguentar cada baque sem tombar. Otimismo é criar coisas incríveis e ter o maior orgulho do mundo em botar sua campanha na rua. Otimismo é apresentar uma campanha com o coração e acreditar que tem potencial para virar case. É fazer, botar a mão na massa, tirar as ideias do papel.

Otimismo não é papo de coaching, Deus me dibre. Também não é para qualquer um se manter otimista nas adversidades. Mas é uma coisa que podemos e precisamos trabalhar. Muitas vezes nós otimistas nos pegamos sozinhos pelo caminho. Mas não é para desistir não, existem coisas fantásticas lá fora para quem acredita e corre atrás.

Tudo está em constante movimento no mundo, e quando o vento muda são os otimistas que ajustam as velas da embarcação.

Falando em otimismo, a Johnnnie Walker tem um campanha global muito massa. "O otimismo te leva mais longe", lançada em 2015, criada pela Anomaly e adaptada no Brasil pela Wieden+Kennedy São Paulo. Baita produção, texto ,fotografia e direção de arte de dar inveja. Vale o play.

Texto escrito por Lucas Geraldino, Planner da Amithiva.

Sobre ser publicitário

Toda ideia é resultado de um monte de ideias, um mashup, um remix. Em publicidade isso não é diferente e se engana quem acha que não precisa de referência nenhuma para "criar".

Na natureza nada se cria, tudo se copia.

Ok, nem tudo. O segredo é saber juntar o que ninguém ainda viu para criar alguma coisa nova. O filme que você assiste, o livro que lê ou uma música que você ouve. Tudo está conectado e o resultado é o que nossas ideias são: mashups.

Pegue todas as ideias que conseguir e bata tudo no liquidificador. Mescle tudo o que você julga importante para o seu trabalho. Deixe fluir.

Use os dados a seu favor, faça aquela pergunta que ninguém ainda fez, comece ao contrário. Desconecte-se. Desmonte e remonte o que já foi feito. Lembre-se: quem não consegue expressar além do óbvio não consegue expressar o diferente. Para isso você precisa dominar o assunto.

Encontre aquilo que ninguém ainda encontrou. Colecione ideias. Tenha um arquivo de ideias boas, pode ser um recorte de revista, uma pasta no Pinterest com referências ou uma nota de texto. O importante é lembrar e ter a mão sempre que necessário. Não acumule ideias, colecione. Crie pastas, tenha seu próprio arquivo de ideias.

"Fazemos anúncios que as pessoas querem ler. Não se pode salvar almas numa igreja vazia".  David Ogilvy

Se o cara que é uma das mentes mais criativas da publicidade, referência e tal, já sabia disso em 1960, porque insistimos em criar coisas que as pessoas não estão nem aí?

Precisamos aprender a compartilhar histórias. Não dá pra enfiar propaganda guela abaixo de mais ninguém.

Gastamos toda essa saliva para concluir que quanto mais referência você tiver, mais material você terá para criar. Feliz dia do Publicitário!


Referências:

Doc: Everything is a Remix https://youtu.be/SAfCvMNgLjg

Livro: Roube como um Artista, Austin Kleon, Editora Rocco


Texto escrito por Lucas Geraldino - Planner na Amithiva

Imagem: Getty Images

Carta Aberta - Amithividade 2018

2018 foi cheio de desafios e percalços, mas sempre agimos com Fé e confiança de que caminhávamos em direção aos nossos objetivos, de sermos mais!

De nos desafiarmos para Evoluir, para pensar grande!

E chegamos a 2019 com a cabeça de que ainda falta muito, mas que este é o caminho.

Agradeço a todos, clientes, parceiros, colegas de trabalho, fornecedores, que estiveram e/ou estão presentes nessa grande jornada que foi 2018, senão a maior. Eu tenho certeza que 2019 promete desafios ainda maiores, mas estamos mais preparados do que nunca para fazer história. São esses desafios que nos Movem e é por isso que acordamos todas as manhãs!

Thiago Abreu - Diretor Executivo

Amithiva, inovação criativa

Amithiva nomeia novo CEO

A Amithiva Inovação Criativa anuncia Flávio Rossi como CEO. 

Consultor estratégico e, com grande experiência acadêmica, Flávio chega para assumir funções com o objetivo de mudar o patamar da agência de publicidade, focada em inovação,a partir de 2019.

A Amithiva é uma agência jovem, antenada e conectada com as atuais tendências mercadológicas com o olhar voltado para o futuro e caracterizada pelos fundamentos tecnológicos extremamente necessários e fundamentais para a superação das expectativas dos seus clientes. 

Em sua trajetória, após cinco anos de muito trabalho criativo, atendendo clientes dos mais variados segmentos e nichos de mercado, é chegado o momento do seu reposicionamento, visando manter-se na vanguarda e no protagonismo no mercado publicitário e mercadológico, superando os desafios promovidos pelas constantes transformações do mercado.

As expectativas e as exigências do mercado passam por profundas transformações contribuindo para a criação de uma nova plataforma voltada para o atendimento e a superação das expectativas dos clientes. 

Nesse sentido, a agência inaugura um novo capítulo em sua trajetória, qual seja, decodificar as variáveis de mercado que compõe o universo mercadológico, compreendendo o posicionamento competitivo e de negócios dos seus clientes, entregando grandes campanhas, com foco total nos grandes resultados para organizações que tenham grandes expectativas.

"O mercado promete expansão após a estagnação observada nos últimos anos, promovidas principalmente pelas incertezas políticas e econômicas. Vencido esse período, as organizações estão retomando os investimentos em serviços publicitários e mercadológicos, crescendo com consciência e planejamento com o objetivo de identificar e conquistar novos clientes além de promover a fidelização pela superação das expectativas", disse, em nota. É importante destacar que Thiago Abreu, fundador da agência, não se afasta da operação, passando a focar o seu trabalho em business e estratégia, atuando como COO da agência. 

O profissional tem passagens por grandes empresas como a Coca-Cola, Kaiser, Heineken, Química Amparo. Aliada a experiência de mercado, Flávio Rossi possui grande bagagem no meio acadêmico atuando tanto como professor de graduação como pós-graduação e gestor do Centro Universitário Salesiano de São Paulo, unidade de Americana. Toda essa bagagem auxilia na maneira de planejar, organizar, coordenar e implementar as estratégias da agência.

"O mercado necessita de uma agência como a Amithiva. Espírito jovem, criatividade, e pronta para assumir o protagonismo que a espera", completa Flávio.

CONHEÇA

NOSSO TIME

O time Amithiva é formado por gente de todo tipo. Reunimos talentos de diferentes áreas no mesmo ambiente, todos capazes de transformar qualquer problema em uma grande ideia.